O Que é DRE na Contabilidade?

O Que é DRE na Contabilidade?
13/12/2021

Assim como em qualquer área, na contabilidade também existem siglas e nomenclaturas próprias referentes às atividades realizadas por esse segmento. Uma dessas siglas é a DRE – Demonstração do Resultado do Exercício. O termo faz parte do dia a dia dos contadores, mas, caso ainda tenha alguma dúvida sobre o que é DRE na contabilidade, chegou a hora de esclarecê-las.

Abaixo, descubra os principais pontos da DRE, inclusive sua definição, o que ela precisa ter e o esclarecimento da importância dela para as empresas.

O que é DRE na contabilidade?

Para saber o que é DRE na contabilidade, imagine esse documento como um raio X financeiro da empresa. Nele, constam todas as movimentações, operacionais ou não, que foram realizadas pela corporação dentro de determinado período de tempo.

Nesse demonstrativo de resultados, que é mais complexo e até complementar ao balanço patrimonial, são inseridos básica e resumidamente as transações que envolvem dinheiro, tais como: a receita bruta da comercialização de produtos e serviços, os rendimentos, as deduções, despesas e encargos referentes ao período, além do resultado líquido do exercício.

A obrigatoriedade da DRE

Por lei, as sociedades anônimas e sociedades limitadas são obrigadas a elaborar a DRE, sendo que as empresas de capital aberto precisam divulgar o documento no Diário Oficial ou em veículos de grande circulação a cada ano, com as informações referentes a 12 meses, de janeiro até dezembro.

Porém, como tem muita utilidade, esse tipo de documento contábil também acaba sendo feito em períodos menores, para análises e controles financeiros internos.

Como montar uma DRE

Agora já sabe bem o que é DRE na contabilidade, é importante também saber especificamente tudo que ela precisa ter e como montar. Isso está determinado no Art. 187, da Lei de nº 6.404/1976, que dispõe sobre as sociedades por ações.

Nessa lei, consta que toda DRE deve discriminar as seguintes informações:

  • receita bruta das vendas e serviços, as deduções das vendas, os abatimentos e os impostos;
  • receita líquida das vendas e serviços, o custo das mercadorias e serviços vendidos e o lucro bruto;
  • despesas com as vendas, as despesas financeiras, deduzidas das receitas, as despesas gerais e administrativas, e outras despesas operacionais;
  • lucro ou prejuízo operacional, as outras receitas e as outras despesas;
  • resultado exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão para o imposto;
  • participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias, mesmo na forma de instrumentos financeiros, e de instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados, que não se caracterizem como despesa;
  • resultado líquido do exercício e o seu montante por ação do capital social.

Inserindo as informações nessa mesma ordem, é possível montar uma estrutura para a DRE que seja clara, objetiva e facilmente entendida.

Para que serve uma DRE

Por fim, vale destacar que saber o que é DRE na contabilidade é apenas o começo. Depois disso, e de tê-la em mãos, chega o momento de analisá-la, ou seja, se atentar a tudo que os números inseridos na demonstração dizem.

É a partir da DRE, o raio X financeiro, que é possível identificar os pontos de atenção, avaliar o desempenho da empresa e, assim, tomar decisões importantes para o presente e o futuro do negócio.

Todas as estratégias de vendas ou investimentos realizados apresentam um resultado na DRE. Por isso, com ela é possível ver o que deu certo para replicar, ou o que deu errado para evitar.

Além disso, a DRE permite ainda avaliar a gestão que tem sido feita, e funciona também como uma demonstração contábil para o governo, órgão fiscalizadores e até para grandes investidores.

Para a publicação da DRE em Diário Oficial, seguindo todas as legalidades necessárias e garantir a transparência do processo, conheça o nosso guia de publicação no Diário Oficial!

Por: Leonardo Silva

Nem tudo pode ser publicado no Diário Oficial da União (DOU) e do Estado (DOE) e o Leonardo entende bem disso. Com todo o seu conhecimento na área jurídica, ele sabe exatamente que tipo de conteúdo será aceito ou não na etapa de aprovação da matéria pela a Imprensa.

Comentários:

  1. Avatar MERCEDES AMABELE LUCAS PEREIRA disse:

    EXCELENTE MATERIAL PARA CONTADORES.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais