Como Montar um Balanço Patrimonial – Tudo o Que Você Precisa Saber

Como Montar um Balanço Patrimonial - Tudo o Que Você Precisa Saber
07/04/2017

O balanço patrimonial é um documento contábil que demonstra qual é o patrimônio financeiro de uma empresa. Isso é feito de forma qualitativa e também quantitativa, em um determinado período de tempo, que geralmente é de um ano. Mas você sabe o que, de fato, esse documento deve conter? Sabe como montar um balanço patrimonial de uma empresa? Então confira abaixo todos esses detalhes:

O que compõe o balanço patrimonial

Basicamente existem três tipos de patrimônios que devem ser incluídos e checados. São eles:

Ativo

Neste grupo, devem ser discriminados os bens e direitos que a empresa possui. Ou seja, os itens no estoque, as aplicações, investimentos financeiros e tudo aquilo que pode dar lucro para a empresa. É necessário que isso seja feito detalhadamente, especificando cada item qualitativamente, informando também o valor monetário e subdividindo cada ativo em: atuais, fixos e longo prazo.

Passivos

Já os passivos dizem respeito às obrigações com terceiros que a empresa tem, tais como as dívidas financeiras. Nessas obrigações estão inclusos valores devidos a prestadores de serviços, fornecedores, funcionários e até ao governo. Aqui, no entanto, a subdivisão acontece apenas em atuais e longo prazo.

Líquido

Quanto ao patrimônio líquido, ele se refere à diferença positiva entre os dois outros grupos, ou seja, o real valor que a empresa possui em patrimônios, o valor que está no caixa. É nesse ponto, após ver a diferença entre ativo e passivo, que a empresa enxerga como está a sua atual situação financeira.

Como Montar um Balanço Patrimonial

Na prática, o documento do balanço patrimonial deve seguir a estrutura citada acima. Por isso, é necessário fazer um levantamento geral, de todos os passivos e ativos.

Caso queira facilitar essa tarefa, a dica é listar item por item no Excel. A ferramenta vai te ajudar a ver se não há nada duplicado e, no final do levantamento, se todos os dados estiverem na mesma planilha, será possível fazer o cálculo do patrimônio líquido sem grandes dificuldades.

Além disso, o recomendado é que tudo isso seja organizado de forma mensal, para que ao final do ano não seja necessário fazer um levantamento dos últimos 12 meses, tarefa que certamente dará muito trabalho, principalmente para grandes empresas, ou para aquelas que possuem muitos produtos.

Agora que já sabe como montar um balanço patrimonial, lembre-se também que a publicação dele no Diário Oficial da União é obrigatória para as sociedades empresárias Limitadas e cooperativas consideradas de grande porte.

Portanto, acesse o E-Diário e veja como esse tipo de publicação, através desse portal, é simples e segura!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais