Saiba a Importância do Balanço Patrimonial Para Sua Empresa

Saiba a Importância do Balanço Patrimonial Para Sua Empresa
08/10/2018

A realização do balanço patrimonial é algo obrigatório para muitas empresas. Isso ajuda a ter maior controle sobre as ações realizadas nela, assim como traz maior transparência. Neste documento, é necessário algumas informações essenciais. Mas você sabe qual a real importância do balanço patrimonial? É o que você verá neste artigo! Confira a seguir e entenda melhor sobre o assunto. 

Qual a importância do balanço patrimonial?

Quando falamos sobre a importância do balanço patrimonial, estamos nos referindo aos dados que constam no documento. Isso porque são eles que irão dar uma melhor visualização da atual situação da empresa, com relação às questões administrativas, gerenciais e financeiras. 

Visto isso, o documento importa para fins de comparação com outros períodos (mês ou ano) da própria companhia, avaliando se houve estagnação, crescimento ou recuo. Isso mostrará os pontos que estão dando certo e os que precisam melhorar. Assim como os resultados da empresa, entendendo se houve crescimento ou não. 

Em caso de dados negativos, é possível pensar em estratégias para solucionar o problema. Já para resultados positivos, é importante focar na melhoria continua. 

Além disso, o balanço patrimonial serve também para averiguar se todas as obrigações da empresa estão em dia, judicialmente falando. Impostos, pagamentos aos fornecedores, salários em dia, fechamento de caixa, entre outros. Sem falar na importância em divulgar estes resultados para que os acionistas e investidores da instituição tenham controle e estejam cientes dos números. 

O que deve constar no balanço patrimonial?

Com relação aos dados que devem aparecer em um balanço patrimonial, são eles:

  • ativos circulantes — o que há de disponível financeiramente naquele momento e quais são as aplicações de recursos em despesas. Podemos citar as aplicações financeiras, duplicatas, estoques, etc;
  • ativos não circulantes — os bens de permanência que ultrapassem um ano de realização;
  • ativo total — o investimento total da empresa, somando os dois ativos;
  • passivos circulantes — são as obrigações pagas dentro de um ano, como salários e encargos;
  • passivos não circulantes — são os de longo prazo, vencíveis em 360 dias ou mais. Por exemplo, financiamentos de equipamentos;
  • patrimônio líquido — levando em conta o lucro, prejuízo e injeção de capital.

Com estas informações, é possível analisar a situação da empresa! Gostou de saber sobre a importância do balanço patrimonial? Aproveite e veja como formatar o documento para envio ao Diário Oficial e ainda aprenda a realizar a análise do balanço! 

Compartilhe, curta e comente este artigo! Continue acompanhando nosso blog para mais informações sobre questões empresariais e muito mais!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais