Gestor Jurídico — 3 Maneiras de Otimizar o Tempo da sua Equipe

Gestor Jurídico — 3 Maneiras de Otimizar o Tempo da sua Equipe
31/08/2018

A administração dos negócios não é uma tarefa fácil, e exige muita dedicação e tempo. Por isso, o gestor jurídico ganha cada vez mais espaço e preferência no mundo empresarial.

Nesse meio há muita pressão relacionada à mercados, clientes e parceiros do seu negócio, resolver problemas jurídicos, além de otimizar o tempo que é gasto pela equipe, são preocupações presentes na rotina desse profissional.

Portanto, se você também precisa otimizar o tempo da sua equipe, veja as dicas que preparamos!

A importância do gestor jurídico

Por meio do gestor jurídico, é possível evitar atos contrários à legislação, encontrar soluções seguras para dúvidas, além de remediar da melhor maneira possível os erros que afetam o empreendimento.

Agora veja como otimizar seu tempo:

1. Tenha uma atuação estratégica

Com a tecnologia e expansão global dos negócios, todos os setores das empresas estão se conectando. Isso quer dizer que estão acabando as divisões entre departamentos, e com a área jurídica não está sendo diferente!

No processo de gestão jurídica estratégica e eficiente, o setor deve requerer reuniões de planejamento frequentemente, a fim de discutir e propor atuações preventivas que diminuam possíveis litígios. Assim, garantir assessoria jurídica para todas as áreas da empresa é bastante importante.

Pois além das questões legais, é preciso buscar melhorias relacionadas a contratos, gestão de empregados e colaboradores mais seguras, incentivos fiscais e tributários e prevenção de riscos. Tudo isso contribui para o bom funcionamento do negócio e deve fazer parte do dia a dia da organização.

2. Mapeie as situações

O gestor jurídico deve operar com bastante cautela a situação jurídica da sua empresa, executando uma auditoria completa. Busque colaboradores e/ou parceiros apropriados para ajudar no levantamento de informações. Além disso, documente e organize dados por meio de fluxogramas, planilhas e gráficos, relatórios e examine as atribuições e metas jurídicas de cada membro do seu negócio.

Analise se os documentos estão realmente ordenados, se os contratos estão sendo monitorados e atualizados devidamente e se existe a organização precisa das informações para que não ocorram problemas e prejuízos posteriores.

3. Use indicadores de performance

É muito importante fazer o acompanhamento de indicadores de desempenho tanto do setor jurídico. Desse modo, as pessoas envolvidas na área passam a trabalhar direcionadas ao resultado.

No tocante à performance dos escritórios, você pode elaborar um ranking que permite até mesmo a elaboração de programas de bonificação que incentivem a melhoria do desempenho.

Gostou das dicas? Lembre-se que aqui no E-Diário você encontra os melhores materiais para incrementar o seu negócio jurídico!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais