Como Calcular Receita Líquida? Entenda!

Como Calcular Receita Líquida? Entenda!
30/10/2020

Se você está preparando algum tipo de demonstrativo financeiro, é essencial saber como calcular receita líquida. Afinal, ela é essencial para compreender a situação econômica atual e real da empresa, permitindo a criação de um planejamento inteligente para os próximos períodos.

Tem dúvidas da melhor forma de chegar a esse número? Então continue lendo este artigo que o e-Diário preparou!

O que é receita líquida?

Antes de aprender como calcular receita líquida é preciso diferenciá-la da bruta. Esta segunda se trata do faturamento total de uma empresa, sem considerar as despesas a serem quitadas. Ou seja: embora, às vezes, pareça um número grande e agradável, a quantidade de débitos pode, na verdade, torná-lo bem reduzido ou mesmo deixar um saldo negativo.

É por conta disso que, para entender a situação financeira real de um negócio, é preciso utilizar o número da receita líquida. Por já considerar os decréscimos, aquela quantia representa o verdadeiro status.

E isso é importante porque é desta maneira que a equipe administrativa poderá definir suas estratégias. Em geral, essa métrica mostra os seguintes cenários:

  • positivo: houve um excelente faturamento em relação ao período anterior. Por conta disso, as estratégias devem focar em encontrar o que causou esse sucesso e replicar essas ações para que o crescimento seja contínuo;
  • neutro: não houve grande diferença em relação ao exercício social passado. Ou seja, o planejamento deve se concentrar em buscar maneiras de impulsionar o negócio e impedir o declínio;
  • negativo: os resultados foram menores do que o ano anterior. Então, as táticas da administração devem se voltar a encontrar soluções para melhorar o cenário.

Usar a receita bruta não só impedirá esse tipo de visão, como poderá gerar uma bola de neve em caso de situações negativas. Isso porque, sem saber que o caixa está em déficit, não haverá controle de gastos.

Como calcular receita líquida?

Depois de entender sua importância, é hora de aprender como calcular receita líquida para seus demonstrativos financeiros. O processo, aliás, é bastante simples. Basta seguir os seguintes passos:

  1. somar todos os créditos: vendas, pagamento de clientes, retorno de juros, etc;
  2. somar todos os débitos: impostos, compra de materiais, salário de colaboradores, contas de consumo, etc;
  3. subtrair os débitos dos créditos: o resultado final é a receita líquida.

Gostou de saber como calcular receita líquida? Então continue lendo o Portal e-Diário oficial para mais dicas!

Por: Leonardo Silva

Nem tudo pode ser publicado no Diário Oficial da União (DOU) e do Estado (DOE) e o Leonardo entende bem disso. Com todo o seu conhecimento na área jurídica, ele sabe exatamente que tipo de conteúdo será aceito ou não na etapa de aprovação da matéria pela a Imprensa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais