Gestão Tributária — 6 Dicas Para Garantir A Sua Sem Preocupações

Gestão Tributária — 6 Dicas Para Garantir A Sua Sem Preocupações
04/12/2020

Garantir que a gestão tributária seja feita de forma eficiente é essencial para o bom funcionamento e o sucesso do negócio. 

Por meio dela, é possível assegurar uma boa administração com a interpretação exata das leis, o pagamento correto dos impostos e, em muitos casos, a redução da carga tributária.

No Brasil, há dezenas de tributos obrigatórios, entre contribuições, taxas e impostos. Por isso, se faz tão essencial a gestão tributária, a fim de reduzir ao máximo o risco de ter problemas com os órgãos fiscais.

Confira as dicas para garantir sua gestão tributária sem preocupações:

1. Conheça o sistema tributário brasileiro

Antes mesmo de abrir o negócio é importante saber em qual regime tributário a empresa se encaixa, lembrando que existem impostos municipais, impostos estaduais e impostos federais.

Se a empresa não conhece o sistema tributário, ela corre o risco de informar dados errados para a Receita Federal, o que pode gerar multas. 

Desconhecer o sistema tributário também pode fazer com que a empresa não escolha o melhor regime para seu negócio. 

2. Invista no planejamento

Com um bom planejamento é possível visualizar quais as formas existentes, que estejam dentro da legislação, para diminuir os impostos.

Além disso, é possível usufruir de incentivos fiscais, como por exemplo: direcionar seus impostos para determinados projetos e economizar na divulgação.

3. Realize o enquadramento tributário

É garantido por lei o direito de escolher como será realizado o cálculo de seus tributos. Essa escolha pode ser feita anualmente, com a definição do enquadramento tributário.

No Brasil, temos disponíveis quatro modalidades com perfis diferentes, são eles:

  • Simples Nacional;
  • Lucro Real;
  • Lucro Presumido;
  • Lucro Arbitrado.

Para escolher qual o melhor para o seu negócio, avalie fatores como o faturamento anual e o tipo de atividade realizados pela empresa. 

4. Realize auditorias

Um processo de auditoria possibilita fazer um planejamento facilita no momento de certas deduções, além de detectar erros e não conformidades fiscais.

Quando feito por uma equipe capacitada, esses processos permitem corrigir procedimentos que podem gerar multas ou implicações judiciais, o que facilita a sua gestão tributária. 

5. Avalie os incentivos fiscais e a saúde da sua instituição

Dependendo de diversos fatores, locais e legais, é possível que sua empresa tenha direito a receber isenções tributárias ou reduções de alíquotas.

Para as pequenas e médias empresas, por exemplo, é possível estornar valores pagos em tributos, tendo como base os pagamentos do PIS e Cofins ou do ICMS e IPI, respectivamente.

6. Invista em um sistema de gestão tributária

Um software de gestão tributária pode facilitar a sua vida! É possível automatizar os processos e auxiliar na emissão de notas fiscais.

Embora ainda seja comum o uso de planilhas em Excel para gerenciamento das atividades e das finanças de uma empresa, a automatização dos processos é capaz de garantir mais agilidade e segurança aos procedimentos realizados

Gostou de saber como garantir a gestão tributária de sua empresa? Continua acompanhando o E-diário para mais informações como essa!

Por: Leonardo Silva

Nem tudo pode ser publicado no Diário Oficial da União (DOU) e do Estado (DOE) e o Leonardo entende bem disso. Com todo o seu conhecimento na área jurídica, ele sabe exatamente que tipo de conteúdo será aceito ou não na etapa de aprovação da matéria pela a Imprensa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais