Como Fazer o Planejamento Tributário da sua Empresa?

Como Fazer o Planejamento Tributário da sua Empresa?
19/07/2019

Estar à frente da gestão de uma empresa requer muita organização e cautela, uma vez que um erro de cálculo pode prejudicar a situação financeira do negócio. Portanto, é importante fazer regularmente um planejamento tributário, para que possa prever os gastos com impostos durante esse período e esteja preparado para isso.

Quer entender como se dá esse processo e o que fazer para reduzir os encargos que a empresa deve pagar? Então descubra com este artigo que o portal e-Diário Oficial preparou para você!

O que é planejamento tributário?

As empresas devem fazer uma contribuição de tributos ao governo, que varia de acordo com uma série de características específicas do negócio. Esse sistema é complexo e requer muita atenção dos responsáveis financeiros, mas existem formas de reduzir a taxação e economizar de forma legal — já que a evasão ou sonegação de impostos é crime —, como realizar um planejamento tributário.

Também chamado de elisão fiscal, esse processo se consiste no levantamento de dados financeiros da empresa.  Entre as vantagens de fazê-lo está o aumento do lucro líquido, além da redução de custos e do melhor aproveitamento proporcionado pelos incentivos fiscais.

Como fazer esse planejamento?

Em primeiro lugar, é preciso selecionar informações relacionadas a:

  • a receita bruta do faturamento anual;
  • despesas com questões internas e operacionais;
  • despesas com salário de funcionários;
  • compras feitas naquele período;
  • situação de estoque;
  • margem de lucro;
  • serviços adquiridos;
  • estrutura do quatro societário.

Também é preciso discriminar qual o regime tributário que se enquadra na empresa, que pode ser Lucro Real, Lucro Presumido, MEI ou Simples Nacional — esta última disponível apenas para microempresas ou empresas de pequeno porte. 

Além disso, o planejamento tributário é feito em duas fases diferentes:

  • estratégico: a longo e médio prazo, quando são definidas as principais características financeiras da empresa e deverá ser escolhido um dos regimes citados acima;
  • operacional: a curto prazo, trata-se da organização e gestão dos trabalhos setorizados realizados no dia a dia de seu negócio.

O ideal é contar com a ajuda de um contador, uma vez que ele tem os conhecimentos necessários para lidar com questões financeiras, burocráticas e de legislação. Tenha em mente que furos no planejamento podem causar prejuízos não só no setor econômico, mas também com a lei. 

Gostou de saber o que é e como fazer um planejamento tributário? Então não deixe de ler outros artigos sobre gestão empresarial e financeira aqui no portal e-Diário Oficial.

Por: Leonardo Silva

Nem tudo pode ser publicado no Diário Oficial da União (DOU) e do Estado (DOE) e o Leonardo entende bem disso. Com todo o seu conhecimento na área jurídica, ele sabe exatamente que tipo de conteúdo será aceito ou não na etapa de aprovação da matéria pela a Imprensa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais