Extintor ABC — Porque Optar Por Ele E Suas Principais Características

Extintor ABC — Porque Optar Por Ele E Suas Principais Características
01/09/2021

O extintor ABC deixou de ser item obrigatório em carros utilitários e de passeio a partir de 2015. A maior parte desses automóveis já vem de fábrica sem o material, que pode ser colocado posteriormente se for do interesse do proprietário. 

Caminhões, veículos de transporte de passageiros ou de cargas inflamáveis, contudo, ainda não podem rodar sem o equipamento, correndo o risco de perder pontos na carteira e receber multas. 

A resolução que tirou a obrigatoriedade defende que o despreparo de motoristas para usar o equipamento pode atrapalhar ainda mais a situação. Entretanto, é inegável que o aparelho se faz necessário em muitas situações. 

Se você é do tipo de pessoa que prefere se prevenir e quer colocar um extintor ABC no seu carro, neste artigo você vai ver:

  • o que é para quê serve o extintor ABC?
  • como usar o extintor ABC?
  • como é a manutenção do equipamento?

O que é e para quê serve o Extintor ABC?

As principais causas de incêndio em veículos são o desgaste de mangueiras, as famosas gambiarras, as panes elétricas e a falta de manutenção do automóvel. O extintor ABC é o ideal para acabar com incêndios que comecem de todos esses jeitos. 

É muito importante você saber que existe uma variedade de extintores de incêndio classificados pelo tipo de material que age contra o fogo (água, bicarbonato de sódio, espuma mecânica, entre outros). Cada um desses agentes é ideal para apagar um tipo de incêndio. 

Os incêndios podem ser classificados em quatro grupos a depender da origem do fogo:

  • Incêndio A: ocorre em materiais sólidos, como a madeira, a borracha ou o tecido, por exemplo;
  • Incêndio B: começa com líquidos inflamáveis, tais como tinta, gasolina, querosene ou álcool;
  • Incêndio C: é gerado por materiais e equipamentos que foram energizados eletricamente, como baterias, alternadores e fios. 
  • Incêndio D: acontece em metais combustíveis, como o alumínio, o lítio e o magnésio.

O extintor ABC combate os  tipos A (incêndio em materiais sólidos), B (incêndio em líquidos inflamáveis) e C (incêndios em equipamentos energizados) — como o nome mesmo já sugere. O seu agente extintor é o fosfato monoamônico que, quando acionado, isola os materiais químicos rapidamente. 

Esse é o extintor ideal para carros porque atende a todas as possibilidades de incêndio com um veículo. 

Antes de 2015, quando a obrigatoriedade foi extinta, os extintores usados eram do tipo BC, que são mais baratos, mas sem eficiência em alguns casos. Inclusive, veículos de transporte e caminhões precisam substituir o modelo antigo pelo ABC.

Como usar o extintor ABC?

O extintor de incêndio deve ser usado para apagar pequenos focos de fogo durante acidentes de trânsito, por exemplo, a fim de evitar que as chamas se alastrem. 

Sendo assim, nunca tente apagar grandes incêndios com o equipamento, porque ele não vai resolver a questão, além de ser extremamente perigoso para você. Em casos como este, saia de perto do carro e chame ajuda profissional. 

Para utilizar o seu extintor ABC, basta remover o lacre de segurança, colocar o bocal de saída em direção ao foco das chamas e apertar o gatilho. Entretanto, fique muito atento: se o incêndio começou no motor do carro, não levante o capô porque o oxigênio alimenta a chama, podendo aumentar o fogaréu. 

Como é a manutenção do extintor ABC?

Ainda que o item não seja mais obrigatório em carros, se você optar por instalar um extintor ABC, é fundamental ficar atento ao seu prazo de validade. 

Em casos em que ele esteja fora desse período, mesmo sem ser de uso obrigatório, o motorista pode ser punido com uma multa de R$ 127,69  e perder cinco pontos na carteira. 

O ideal é que de 12 em 12 meses seja feita uma manutenção. A troca deve ser feita se algum problema for notado, se ele já tiver sido usado — mesmo que ainda tenha algum material no cilindro — ou ao fim do prazo de validade, que costuma ser de 5 anos. 

No blog E-diário, você também encontra outros artigos sobre leis de trânsito e documentação veicular:

Por: Leonardo Silva

Nem tudo pode ser publicado no Diário Oficial da União (DOU) e do Estado (DOE) e o Leonardo entende bem disso. Com todo o seu conhecimento na área jurídica, ele sabe exatamente que tipo de conteúdo será aceito ou não na etapa de aprovação da matéria pela a Imprensa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais