Coworking — Entenda Como Funciona Este Modelo de Negócio

Coworking — Entenda Como Funciona Este Modelo de Negócio
18/12/2020

O Coworking é um espaço onde são compartilhados o mesmo ambiente de trabalho e ideias entre empresas ou freelancers. Com isso, as despesas gerais e os locais de área comum são divididos entre os frequentadores.

Atualmente, o número de usuários está cada vez mais crescente, sendo atraídos pelo networking proporcionado pelos vários contatos profissionais no mesmo espaço.

De onde surgiu a ideia do Coworking?

O termo surgiu em 1999 com um designer de games chamado Bernie de Koven. Seu objetivo era estender o ambiente de trabalho por meio online.

Nos Estados Unidos, em 2005, o engenheiro de software Brad Neuberg fundou o escritório chamado Hat Factory, em São Francisco. Ele abriu as portas do local para profissionais que precisavam de lugar para trabalhar e queriam compartilhar experiências. 

Esse conceito tão atrativo fez com que esse movimento se espalhasse pelo mundo todo. Atualmente, aproximadamente 3% do mercado de escritórios do mundo estão situados em espaços de coworking. Este número pode chegar a 30% até 2030.

 

Como funciona esse ambiente de trabalho?

Nesse modelo de escritório compartilhado, geralmente as pessoas não têm lugares fixos e estão abertas a colaborar umas com as outras, já que o ambiente conta com profissionais das mais diversas habilidades e conhecimentos.

Existem espaços em que a rotatividade de pessoas é maior e outros com contratos de uso mais extensos. Além disso, geralmente esses locais disponibilizam o empréstimo de equipamentos, como computadores e notebooks, uso do Wi-fi, cópias e impressões. 

O preço costuma variar conforme a modalidade: por hora, por dia ou por mês. 

Por que optar pelo Coworking?

Segundo levantamento da comunidade Coworking Brasil, muitos profissionais autônomos resolveram trabalhar em casa, mas em poucos meses as desvantagens se sobrepuseram aos benefícios. Uma das principais queixas era sobre o isolamento e a falta de infraestrutura. 

Outro importante atributo é o custo-benefício e a possibilidade de fazer negócios, visto que esses espaços contribuem bastante para melhorar a capacidade de comunicação entre as pessoas.

Além disso, como benefício é possível citar:

  • a flexibilidade no local de trabalho;
  • sustentabilidade;
  • interação com muitas pessoas;
  • ambiente multidisciplinar;
  • redução de custos;
  • possível formação de parcerias estratégicas.

Gostou de saber como funciona o Coworking? Confira mais informações sobre mercado de trabalho no portal do E-diário. 

Por: Leonardo Silva

Nem tudo pode ser publicado no Diário Oficial da União (DOU) e do Estado (DOE) e o Leonardo entende bem disso. Com todo o seu conhecimento na área jurídica, ele sabe exatamente que tipo de conteúdo será aceito ou não na etapa de aprovação da matéria pela a Imprensa.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais