Tabela de Frete — Veja Como Funciona o Cálculo do Frete

Tabela de Frete — Veja Como Funciona o Cálculo do Frete
27/02/2019

A Tabela de Frete é atualizada anualmente por meio de publicação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no Diário Oficial. Tanto os caminhoneiros autônomos quanto os donos de empresas responsáveis por fazer entregas devem estar atentos aos valores definidos pelo cálculo do ano.

Mas, alguma vez, você já parou para pensar como essas quantias são encontradas? O e-Diário preparou um artigo explicando o funcionamento da análise para fazer o cálculo do frete em todo o Brasil. Confira a seguir!

Quem faz a Tabela de Frete?

A autarquia federal conhecida como ANTT tem como responsabilidade cuidar da regulamentação de todas as questões relacionadas ao transporte ferroviários e rodoviário. Assim, anualmente a Agência faz um levantamento dos custos para fazer o serviço de entrega e define qual deve ser o valor por meio da Tabela ANTT.

Como é feito esse cálculo?

Para que a Agência Nacional de Transportes Terrestres possa chegar a um valor, é preciso avaliar uma série de questões sobre o frete.

Primeiramente, é preciso definir o tipo de carga que será transportada. Assim, são divididas nas categorias: 

  • carga geral;
  • a granel;
  • frigorificada;
  • perigosa;
  • neogranel.

Essa separação acontece porque cada uma delas possui características diferentes que podem exigir especificidades para o veículo que fazem o seu transporte.

Já definido o tipo de carga que será transportada, é preciso pensar na quantidade de gastos que a viagem irá ter. Assim, há uma nova divisão — dessa vez, entre custos fixos e variáveis — para fazer o cálculo.

Custos fixos

Nesse caso, são considerados custos fixos aqueles que têm relação ao caminhão. São eles a depreciação de veículos, remuneração de capital, licenciamento, IPVA, seguros e tributos em geral.

Note que estes são apenas os gastos periódicos e que devem ser pagos com frequência. 

Custos variáveis

Já neste ponto são avaliadas as variações de acordo com a frota e o modelo do veículo. Combustível, pneus, manutenção, peças, lubrificantes e lavagens são apenas alguns dos exemplos. 

Como fazer o cálculo?

O processo do cálculo é bastante simples. Basta apenas acessar a Tabela de Frete da ANTT lançada no Diário Oficial e encontrar o tipo de carga que será transportada. Depois, é preciso avaliar a quilometragem que será rodada. Assim, você pode multiplicar o valor encontrado pelos km corretos e, então, terá o preço do frete mínimo.

Gostou de saber como funciona o cálculo da Tabela de Frete? Então não perca outros artigos aqui no portal e-Diário!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais