Impostos Diretos e Indiretos: Você Sabe a Diferença?

Impostos Diretos e Indiretos: Você Sabe a Diferença?
06/04/2018

Hoje vamos falar sobre as tributações brasileiras. Segundo dados do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), cerca de 32% da renda dos brasileiros das camadas mais baixas é retida nos impostos diretos e indiretos. 

O que são os impostos?

Os impostos são os valores recolhidos pelos governo. Eles estão nos produtos comercializados dentro do país, imóveis e todos os bens e serviços. O recolhimentos desses tributos mantêm, em teoria, os investimentos do Estado em educação, saúde e necessidades básicas comuns à toda população brasileira. 

Segundo pesquisa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) realizada em 2016, o Brasil integra 33,4% da economia nacional só com impostos diretos e indiretos. Esses dados nos posicionam como o país com a mais alta taxa de tributação em toda a América Latina e Caribe.

A diferença entre os impostos diretos e indiretos

Para entender  a tributação brasileira é preciso especificar os tipos de impostos que possuímos e as suas diferenças, entenda mais sobre cada característica abaixo:

Imposto indireto

É o valor cobrado sobre os bens e serviços. Torna-se indireto porque é recolhido desde os processos de produção, chega ao consumidor final com o valor embutido no produto. Essa tributação é incidida sobre o consumo, por exemplo, se você deixar de comprar para poupar determinada quantia ao final do mês,  terá contribuído menos com essas taxas durante o período. 

Podemos encaixar nessa relação os tributos de:

  • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) – é arrecadado pelos governos estaduais e tributa os produtos e serviços comerciais;
  • ISS (Imposto sobre Serviços) – arrecadado pelos governos municipais, trata da prestação de serviços na cidade. Ou seja questões de educação, médicos, manutenções etc;
  • IPI(Imposto sobre Produtos Industrializados)-recolhido pelo governo federal, incide sobre os produtos industrializados e sua comercialização.

Imposto direto

O imposto direto é o tributo que incide sobre a renda do trabalhador. Representa apenas 4% da média de arrecadação individual brasileira. Porém, a regra é clara: quanto maior os ganhos, maior a contribuição.

Entre os tipos de imposto direto temos:

  • IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física)- descontado na folha de pagamento dos trabalhadores que pertencem a categoria da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho);
  • IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) – É a taxa recolhida sobre a compra de automóveis, de diferentes categorias, sejam carros, motos, caminhões etc;
  • IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano)  – Esse é o imposto que incide na propriedade de imóveis e terrenos urbanos.

Conseguiu entender a diferença entre os impostos diretos e indiretos? Descubra agora como funciona o imposto sindical.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode se interessar por

Veja mais