Relatório de Receitas Brutas — Para Que Serve e Como Preencher

O relatório de receitas brutas é uma documentação muito importante quando se pensa na contabilidade de qualquer negócio, mas você sabe como produzir esse documento de forma precisa?

Continue a leitura para descobrir!

O que é um relatório de receitas brutas?

Um relatório de receitas brutas é um documento financeiro que registra o total de ganhos obtidos por uma empresa, organização ou indivíduo durante um período específico, sem deduções ou descontos. Esse relatório fornece uma visão essencial para avaliar o desempenho financeiro e calcular impostos.

Quais são as informações necessárias em um relatório de receitas brutas?

Como falamos anteriormente, o relatório de receitas brutas é fundamental para a elaboração de um planejamento financeiro. Por isso, esses dados precisam constar no documento:

  • Total das receitas brutas;
  • Período de referência;
  • Detalhamento das fontes de receita;
  • Valores individuais de cada entrada;
  • Categorias de receita;
  • Comparação com períodos anteriores.

Qual é a estrutura e formato de um relatório de receitas brutas?

Também é muito importante pensar em qual é a estrutura desse relatório. Você pode seguir a estrutura a seguir:

Cabeçalho

  • Título: “Relatório de Receitas Brutas”;
  • Nome da entidade ou indivíduo;
  • Período de referência (mês, trimestre, ano).

Sumário executivo

  • Breve resumo das informações mais relevantes, incluindo o total de receitas brutas.

Detalhamento das receitas

  • Listagem de todas as fontes de receita, categorizadas por tipo (vendas, serviços, investimentos);
  • Valores individuais de cada entrada de receita e ativos;
  • Total geral de receitas brutas no período.

Gráficos e visualizações

  • Gráficos de barras ou pizza para ilustrar a distribuição das receitas por categoria;
  • Gráficos de tendência para destacar variações ao longo do tempo.

Comparação com períodos anteriores

  • Inclusão de dados comparativos com períodos anteriores (ano anterior, trimestre anterior, etc.), destacando variações percentuais.

Notas explicativas

  • Explicações sobre itens incomuns ou variações significativas;
  • Esclarecimentos sobre a metodologia utilizada para o cálculo das receitas brutas.

Conclusões e recomendações

  • Avaliação geral do desempenho financeiro;
  • Sugestões para melhorias ou ajustes, se aplicável.

Assinaturas e data

  • Assinatura da pessoa responsável pelo relatório;
  • Data de emissão do relatório.

Dicas para preencher corretamente um relatório de receitas brutas

Que tal conferir algumas dicas para preencher um relatório de receitas brutas?

Organização

Mantenha um sistema organizado para registrar todas as entradas de receita, desde fontes de vendas até investimentos e outras fontes de renda.

Registro preciso

Registre todas as transações de receita com precisão, incluindo datas, valores e detalhes relacionados.

Consistência de períodos

Mantenha a consistência nos períodos de referência ao preencher o relatório (mensal, trimestral, anual) para facilitar comparações.

Reconciliação bancária

Compare os registros de receita com extratos bancários para garantir que não haja discrepâncias.

Transparência fiscal

Esteja ciente das obrigações fiscais e mantenha registros detalhados para facilitar a declaração de impostos.

Além de um relatório de receitas brutas, existem inúmeros outros fatores de contabilidade que devem ser considerados. O que acha, então, de entender um pouco mais sobre como fazer um balanço patrimonial?