Saiba Como Regularizar o Título de Eleitor

As eleições 2018 estão chegando e se você quer entender como regularizar o título de eleitor, deve saber que há pouco tempo. O prazo determinado para este ano termina em 9 de maio — a mesma data vale para quem vai atualizar o endereço eleitoral. Então, se a sua situação ainda estiver desregularizada é importante dar atenção aos passos que vamos te mostrar abaixo.

 

Quem deixou de votar em alguma eleição, mesmo que em apenas um turno, não está com a situação regular frente ao Tribunal Eleitoral e deve procurá-lo o quanto antes. Para quem não chegou a justificar a falta, há também uma multa a ser paga.

 

Como regularizar o título de eleitor em três passos

 

Normalizar sua situação não é difícil. Tanto é verdade que em apenas três passos vamos te mostrar como regularizar o título de eleitor. Para quem justificou antes da eleição o motivo da ausência é ainda mais fácil. Veja!

 

1. Consulte sua situação no site do TSE

 

Acesse o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), clique em situação eleitoral, informe seu nome completo ou número do título e data de nascimento. Depois, clique em enviar. Imediatamente a sua situação será apresentada como regular ou irregular.

 

Para quem não tem acesso a internet, também é possível fazer a consulta em um cartório ou posto de atendimento eleitoral.

 

2. Vá ao cartório eleitoral com seus documentos

 

O próximo passo é ir ao cartório eleitoral em que está escrito com seus documentos para que eles façam a regularização do seu título. Leve com você:

 

  • documento oficial original: carteira de identidade (RG), carteira de habilitação, certidão de nascimento ou de casamento, carteira de trabalho ou passaporte;
  • comprovante de residência recente: conta de luz, água, gás, telefone ou envelopes de correspondência;
  • título de eleitor;
  • comprovantes de justificativa, se tiver.

3. Pague a multa se não justificou

 

Ao iniciar o processo, o atendente vai constatar a necessidade do pagamento de multa caso você não tenha justificado a falta no dia da votação. Será cobrado o valor de R$3,51 por falta não justificada. Ou seja, o valor será multiplicado pela quantidade de vezes que você não votou.

 

Viu só? Não é difícil normalizar a sua situação para votar nas próximas eleições. É importante ressaltar que o impedimento para quem tem o título desregular não é só na votação. Também são impedidos de tirar passaporte, assumir cargos públicos, prestar concursos, pedir empréstimos bancários, entre outros.

 

Agora que você já sabe como regularizar o título de eleitor, vá o quanto antes ao seu cartório eleitoral para estar apto nas eleições 2018! Continue acompanhando o E-Diário!