Central de Atendimento | 0800 607 5588

Envio de Matérias para Publicação

O texto final sobre a Lei da Primeira Infância foi aprovado pela ex-presidente Dilma Rousseff em 08 de março de 2016. Com isso, o Brasil se torna o primeiro país da América Latina a reconhecer a importância da criança, valorizando a primeira fase da vida. Você conhece a Lei da Primeira Infância? Saiba mais a seguir.

O que é o Marco Legal da Primeira Infância?

O Marco Legal da Primeira Infância assegura todos os direitos e interesses das crianças. Ele estabelece princípios e diretrizes para que políticas públicas sejam aprovadas e voltadas ao desenvolvimento do ser humano nos primeiros seis anos completos ou setenta e dois meses de vida da criança. Essa é considerada a fase crucial, já que é também determinante na formação das habilidades humanas que definem a integração da criança na sociedade.

Lei da Primeira Infância

A Lei n°. 13.257, conhecida também como Marco Legal da Primeira Infância, menciona que a criança ostenta a condição de cidadã e deve ser protegida contra toda pressão consumista e forma de violência. Além disso, a Constituição Federal garante a prioridade absoluta não somente na proteção dos jovens, adolescentes e crianças, como também no estabelecimento de políticas, planos, serviços e programas que atendam às especificidades de cada faixa etária, garantindo o desenvolvimento integral como dever do Estado.

O que mudou com a nova lei?

A Lei da Primeira Infância permite que diversos programas e serviços atendam à criança e permite que eles sejam reformulados e novos possam ser criados:

  • Ampliou a licença-paternidade para 20 dias em empresas que aderirem ao Programa Empresa Cidadã;
  • Garantia das crianças ao direito de brincar;
  • Prioriza e qualifica profissionais sobre as especificidades da primeira infância;
  • Crianças até seis anos estão incluídas na formatação de politicas públicas;
  • Permitiu especial atenção e proteção às mães que optarem por deixar o filho na adoção e gestantes em privação de liberdade, etc..

A Lei da Primeira Infância tem uma meta para ser atingida até 2022: a garantia de que o país irá atender aos direitos das crianças de até seis anos de idade que são afirmados pela Constituição Federal, pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e pelas leis que são aplicadas à educação, saúde, diversidade e assistência social.

Mantenha-se informado sobre mudanças na legislação e novas leis. Conte também com o e-Diário para publicar artigos no Diário Oficial da União.

Você também vai gostar de:

  1. Saiba Como Funciona a Lei da Palmada
  2. Pensão alimentícia: saiba como funciona
  3. Infanticídio – Saiba o que é