Central de Atendimento | 0800 607 5588

Envio de Matérias para Publicação

No Brasil, o extintor de incêndio é um item obrigatório em todo carro. Por isso, nenhum veículo pode sair da fábrica sem que ele esteja instalado. Cabe aos motoristas a substituição do equipamento quando a validade chega ao fim. Incêndios em carros podem acontecer devido a diversos fatores, por isso, é tão importante ter em mãos um instrumento que possa apagar pequenos focos antes que aconteça um desastre.

ABC

A partir de outubro, todos os carros que trafegam no Brasil precisam estar equipados com o extintor de incêndio ABC. Desde 2009, eles já vêm com o modelo instalado de fábrica. Entre as principais diferenças em relação ao padrão antigo, está a capacidade de apagar focos de incêndio em materiais sólidos, como espuma e madeira, principais componentes do interior dos veículos.

Punição

O motorista que for pego, a partir do dia 1° de outubro, sem o extintor ABC, ou cujo recipiente não esteja de acordo com o padrão, precisará pagar uma multa de R$ 127,69 e perderá cinco pontos na carteira.

Descartáveis

Uma das maiores reclamações dos motoristas que precisam fazer a troca para o extintor ABC é seu custo. Diferente do AB, que poderia ser recarregado e por isso demandava um investimento menor, o novo modelo precisa ser substituído por outro sempre que o conteúdo acabar ou que a validade de cinco anos passar.

Manutenção

A manutenção dos extintores deve ser realizada a cada 12 meses, com exceção dos que possuem carga de Dióxido de Carbono, cujo tempo é reduzido pela metade. Porém, sempre que o ponteiro que indica a pressão do extintor estiver na área vermelha, é necessário que ele passe por outra manutenção.

Funcionamento

O mecanismo de acionamento do extintor, na grande maioria das vezes, baseia-se na ação de dois gases armazenados sob pressão em seu interior. Quando entra em funcionamento, o fluído propulsor se mistura ao agente extintor (no caso do ABC, pó químico) e o impulsiona para fora do recipiente.

O E-diário Oficial preparou diversos artigos sobre as mudanças da legislação vigente, para que você não seja pego de surpresa. E além disso, você poderá usar o veículo para publicar no Diário Oficial na União.